Consumo responsável

Consumo Responsável

Salve seu dinheiro salvando o meio ambiente!

  • Não caia na armadilha do consumismo! Faça uma lista das compras necessárias e não compre coisas desnecessárias. Assim, também poupa dinheiro.
  • Muito luxo produz muito lixo. Pense antes de sair comprando tudo o que aparecer. Com essa atitude você faz a diferença, combatendo o desperdício, diminuindo a montanha de embalagens descartadas e, de quebra, espantando as dívidas.
  • Atualize o seu computador adicionando-lhes memória. Deste modo, a vida útil dos computadores foi prolongada por mais dois anos e evitaram-se muitos resíduos eletrônicos.
  • Pense duas vezes antes de comprar mais brinquedos aos seus filhos. Muitos são usados muito pouco tempo e depois jogados fora. Prefira brinquedos de alta qualidade e duradouros, que possam ser utilizados por diversas gerações de crianças. Se vender, trocar ou doar os brinquedos velhos, pode dar-lhes uma segunda vida, para além de se divertir com os seus filhos.
  • Pare de fumar, o consumo de cigarros contribui para a poluição do ar e aumenta o número de doenças respiratórias. Procure auxílio médico.
  • Compre papel reciclado. Produzir papel reciclado consome de 70 a 90% menos energia do que o papel comum, e poupa nossas florestas.
  • Compre alimentos frescos ao invés de congelados, comida congelada além de mais cara, consome até 10 vezes mais energia para ser produzida. É uma praticidade que nem sempre vale a pena.
  • Compre orgânicos! Por enquanto, alimentos orgânicos são um pouco mais caros pois a demanda ainda é pequena no Brasil. Mas você sabia que, além de não usar agrotóxicos, os orgânicos respeitam os ciclos de vida de animais, insetos e ainda por cima absorvem mais gás carbônico da atmosfera que a agricultura “tradicional”? Se toda a produção de soja e milho dos EUA fosse orgânica, cerca de 240 bilhões de quilos de gás carbônico seriam removidos da atmosfera. Portanto, incentive o comércio de orgânicos para que os preços possam cair com o tempo.
  • Não peça comida para viagem! Se você já foi até o restaurante ou à lanchonete, que tal sentar um pouco e curtir sua comida ao invés de pedir para viagem? Assim você economiza as embalagens de plástico e isopor utilizadas.
  • Comprando produtos locais: boa parte do custo dos produtos que compramos vai para pagar o transporte rodoviário que, por sua vez, gera toneladas de CO2. Se procurarmos comprar produtos da nossa região – especialmente frutas, legumes, etc. – reduzimos esse impacto.
  • Não troque seu celular por puro impulso. Se não resistir à tentação de comprar aquele modelo que só falta falar, ao menos deixe o seu modelo antigo na revendedora para reciclagem.
  • Em vez de comprar livros novos, opte pelos usados, vendidos em sebos ou empreste dos amigos. Incentive seu filho a frequentar a biblioteca pública.
  • Não jogue fora clipes, pastas e envelopes. Uma hora eles serão úteis.
  • Não peça a segunda via do comprovante de compras com cartão. Para a maioria das pessoas, esse papelzinho não tem utilidade: sai da bolsa direto para a lata de lixo mais próxima.
  • No cinema, escolha uma pipoca grande e divida com amigos, em vez de comprar várias pequenas. Além de pagar mais barato, você poupa embalagens.
  • Doe publicações didáticas para instituições educacionais e colabore para a melhoria do ensino!